O papel do enfermeiro na oxigenoterapia: revisão narrativa da literatura

Jullya Carolline Folle Alves, Adriana Fank, Laurindo Pereira de Souza, Marcia Guerino de Lima

Resumo


Introdução: A oxigenoterapia é a administração de O2, em concentrações maiores que as existentes no ar ambiente. Objetivo: a proposta deste estudo de revisão narrativa da literatura foi conhecer a produção científica disponível acerca da importância do papel do enfermeiro e de suas ações quanto à oxigenoterapia. Método: trata-se de uma pesquisa de revisão narrativa da literatura, por meio de busca nas bases de dados virtuais e artigos de fontes sistematizadas que contemplavam o tema do estudo, utilizando os descritores: oxigenoterapia, enfermagem, conhecimento, sendo selecionado um total de 31 artigos, publicados entre os anos de 2004 a 2015, além da busca em livros que contemplavam a temática disponível na biblioteca Maria da Penha Lenci Campos da Faculdade de Ciências de Biomédicas de Cacoal/FACIMED. Resultados: os resultados foram sistematizados e analisados de modo a contribuir para o fortalecimento e conhecimento do enfermeiro a respeito dos cuidados com a oxigenoterapia e sua aplicabilidade. Conclusão: evidenciou-se a necessidade de realização de novas pesquisas que abordem o papel do enfermeiro e os cuidados de enfermagem a respeito dos métodos não invasivos de oxigênio.


Palavras-chave


Oxigenoterapia; Enfermagem; Conhecimento

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v6i2.1242.p176-181.2018

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.